BTG Pactual (BPAC11) reporta lucro de R$ 2,9 bilhões no 1T24

Crescimento de 28% em comparação com o mesmo período de 2023

O BTG Pactual (BPAC11) reportou um lucro líquido ajustado de R$ 2,89 bilhões no primeiro trimestre de 2024 (1T24), crescimento de 28% em comparação com o mesmo período de 2023, mostra documento enviado ao mercado nesta segunda-feira (13).

As receitas totais atingiram R$ 5,89 bilhões no trimestre encerrado em 31 de março de 2024, crescimento ante os R$ 4,8 bilhões de um ano antes. O retorno ajustado sobre o patrimônio líquido (ROAE) foi de 22,8%.

“Encerramos o primeiro trimestre com recordes de receitas e lucro líquido, além de uma forte captação líquida em meio a um ambiente macroeconômico desafiador, tanto no mercado local quanto internacional. O contínuo crescimento das nossas franquias de clientes e a diversificação do nosso modelo de negócios refletem nossa busca pela excelência na prestação de serviços aos nossos parceiros, clientes e acionistas”, afirma Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual.

O portfólio de crédito teve crescimento de 5,9% no trimestre, alcançando R$ 181,6 bilhões, e 26,7% no ano. Já a carteira de PMEs aumentou 7,8% no trimestre, alcançando R$ 22,1 bilhões em comparação com R$ 20,5 bilhões no quarto trimestre de 2023.

A captação líquida (NNM) foi de R$ 63,8 bilhões, mesmo com a sazonalidade do período.

Quanto às despesas operacionais, o BTG encerrou o trimestre em R$ 2,41 bilhões. O crescimento no período veio, principalmente, do maior provisionamento para bônus, calculado conforme a geração de receita, e aumento de salários e benefícios associados as promoções no final do ano e reajustes salariais.

Fonte: BTG Pactual


Outros conteúdos

Dólar fecha em alta firme, acima de R$ 5,20

O dólar à vista encerrou o dia cotado a 5,2103 reais na venda, em alta de 1,10%. Este é o maior valor de fechamento desde 18 de abril

IPCA-15 sobe 0,44% em Maio, mas vem abaixo do esperado

No acumulado em 12 meses, indicador ficou em 3,7%, de acordo com dados divulgados pelo IBGE